Estrias são o resultado da distensão da pele além do que ela suporta. Com isso, ocorre o rompimento das fibras de colágeno, gerando uma linha  atrófica, avermelhada ou esbranquiçada.

As mulheres são mais acometidas. Ocorrem mais na entrada da adolescência, quando há aumento de peso em um curto espaço de tempo, na gestação, no uso prolongado de corticóides para algumas patologias, após colocação de prótese mamária ou após a distensão exagerada de alguns locais como os braços em atividades como a musculação. Fatores genéticos também podem estar envolvidos.

O tratamento para as estrias pode incluir: Hidratação, uso de ácido retinóico, luz intensa pulsada, laser, laser fracionado não ablativo e laser fracionado ablativo.